Blog

08
Set

Cigarro causa perda auditiva

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável do mundo. O uso do cigarro trata-se de um problema de saúde pública que pode gerar inúmeras doenças relacionadas ao coração, além de distúrbios em vários outros órgãos.

A perda auditiva causada pelo cigarro acontece por consequência da diminuição do fluxo sanguíneo na cóclea (órgão responsável por transmitir o som para o cérebro), no interior do ouvido. As substâncias químicas do cigarro atrapalham a oxigenação do organismo, é justamente a ausência do oxigênio que influencia na perda da audição causando prejuízos irreversíveis nas células do ouvido. Essa perda é agravada quando a pessoa fuma ou fumou regularmente por um período superior a um ano.

O fumante passivo (aquele que não fuma, mas está exposto à fumaça) também está sujeito a estes riscos e danos. O ar repleto de fumaça do cigarro tem três vezes mais nicotina, monóxido de carbono e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça tragada diretamente pelo fumante ativo. Fumar passivamente aumenta em cerca de um terço o risco de perda auditiva chegando a um grau que faz com que os indivíduos sintam dificuldades em acompanhar uma conversa na presença de ruído ambiente.

Vale ressaltar que fumantes ativos ou passivos procurem auxílio profissional quando perceberem qualquer alteração auditiva. A prevenção ainda é o melhor remédio para a saúde. Cuide-se!

Fonte: Blog Aparelho Auditivo

https://goo.gl/2w8Gms

Top